1

TRT/24ª é o primeiro do país a lançar o novo modelo de portal da Justiça do Trabalho

O TRT/MS colocou no ar, hoje, o novo modelo de site atendendo a padronização instituída pelo TST. A princípio, a alteração acontece na página inicial do site, na logo e na realocação de alguns subitens dos menus. Todos os conteúdos e serviços do antigo site foram contemplados, assim como mais ícones de acesso rápido foram incorporados para facilitar a vida do usuário que utiliza os serviços da Justiça do Trabalho. O Presidente do TRT/24ª, desembargador Nicanor de Araújo Lima, se prontificou a ser o pioneiro na iniciativa, por ser conselheiro do CSJT e por entender a importância do projeto. "A padronização dos sites da Justiça do Trabalho é extremamente relevante para o bom estabelecimento de uma interlocução eficiente entre a instituição e os jurisdicionados, na medida em que permite uma identificação visual padronizada e imediata deste ramo do Poder Judiciário", explicou. Além do menu horizontal simplificado e dos ícones de acesso rápido no lado direito do portal, há, ainda, os ícones da parte inferior da página e os links para os programas desenvolvidos pela Justiça do Trabalho, como o Trabalho Seguro e o Programa de Combate ao Trabalho Infantil, além dos serviços como a Conciliação e a Execução Trabalhista e a PJe. Os submenus que antes se encontravam no menu "Judiciária" migraram, em sua maioria, para o menu "Serviços", exceto o NUPEMEC que está no menu "Institucional" e o NUGEP que está no menu "Jurisprudência". Os antigos menus "Serviços ao Cidadão" e "Administração" também foram realocados no menu "Serviços". Outra novidade do novo modelo de site é o destaque dado aos vídeos, uma vez que as campanhas da Justiça do Trabalho têm buscado levar informação e alcançar o cidadão por meio de diversas plataformas e ferramentas, como redes sociais, sites e vídeos. Para colocar o novo modelo de site no ar, a CTIC (Coordenadoria da Tecnologia de Informação e Comunicações) e, em especial, o servidor Waldeci Leitun de Almeida, tiveram um trabalho ímpar que, sem deixar de atender às demais demandas do Tribunal, conseguiram desenvolver o novo site de acordo com as especificações do TST e no tempo solicitado. Padrão O modelo padronizado de exibição dos conteúdos nas páginas iniciais dos portais aprovado foi planejado para facilitar a utilização dos serviços oferecidos virtualmente aos cidadãos. A ideia é que o cidadão que queira emitir uma certidão ou fazer uma consulta processual, por exemplo, encontre o serviço no mesmo lugar em todos os portais dos TRTs. Com identidade visual inspirada na marca única da Justiça do Trabalho, o modelo foi estabelecido após estudo baseado em fontes acadêmicas da arquitetura da informação, pesquisa com os Tribunais Regionais do Trabalho sobre os serviços mais acessados e análise dos padrões utilizados nos portais do Judiciário e de outros poderes da União. Também foram observadas as diretrizes da Lei de Acesso à Informação (Lei 12.527/2011) e os critérios de acessibilidade (Decreto 5.296/2004). A uniformização da marca, dos conceitos e da identidade visual na comunicação judiciária também é prevista na Resolução 85/2019 do Conselho Nacional de Justiça.